ESPERANÇA – O teu nome é PEDREIRAS
Berço e solo sagrado p’ra nós,
Cada pedra é o leito de um bravo!
Foste erguida com a fibra de heróis!

Estribilho
Linda PEDREIRAS, nobre solo abençoado,
Pujante força deste altivo Maranhão,
Abriste o seio ao Nordestino amargurado,
E ao retirante tu abraçaste como irmão.
Rumo ao futuro tu constróis teu ideal,
E a tua Glória e o teu Valor não terão fim,
Tens como lema: HONRA E TRABALHO,
Tu és PEDREIRAS, Princesa do Mearim. (Bis)

II
Com a lavoura e as indústrias nascentes
Vais crescendo mais forte e viril,
Trabalhando, com raça e coragem,
Deste um exemplo p’ra todo o Brasil.

III
Sob a luz deste azul céu brasileiro,
Tu ajudas a erguer a Nação
E, com as bênçãos do teu Padroeiro
És o orgulho do teu Maranhão.

IV
Nos albores do estado nascente,
Tu surgiste pujante e orgulhosa
Deste ao mundo mil filhos ilustres…
Deste à Pátria tua terra ubertosa…

V
Mãe divina de excelsos artistas,
És um ninho de sons e harmonia
Teus poetas cantaram os luares,
Teus luares de amor e poesia…

VI
O Brasil viu teus compositores
E cantou com o humilde João
Que lançou, deste Vale para o mundo,
Mais respeito pelo Maranhão…

VII
Nós te amamos, PEDREIRAS querida
Que tu tenhas maior esplendor
Para isso serão nossas vidas
Teu orgulho…Tua fé…Teu valor…

Música: José Maria de Jesus e Silva
Letra: Antonio Carlos Pereira Lobato